terça-feira, abril 16, 2024
spot_img
- PUBLICIDADE -
Publicidade
- PUBLICIDADE -
Publicidade
InícioPenhaNutricionista dá dicas alimentares para um verão mais seguro

Nutricionista dá dicas alimentares para um verão mais seguro

A ideia do Programa é facilitar o acesso da população aos serviços essenciais da saúde da família, na ideia da saúde preventiva”

A nutricionista da equipe multiprofissional da Secretaria de Saúde de Penha, Vanessa Meurer Campos, dá importantes dicas alimentares para curtir o verão e preservar a saúde – especialmente nos momentos de lazer e descanso em frente ao mar. “Momento em que também devemos redobrar a higiene e preparo dos alimentos”, alerta. O Pronto Atendimento de Penha tem registrado um alto número de pacientes com sintomas de viroses intestinais.
Nos encontros fraternais de férias, onde há maiores abusos alimentares, Vanessa recomenda o equilíbrio. “Uma refeição fora da rotina não causa problemas, se todos os alimentos forem produzidos com muita higiene. Mas, uma continuidade desta alimentação, em associação ao calor e fora dos hábitos da pessoa, pode sim gerar a popular virose intestinal”, alerta a profissional.

Neste período de maior calor, aliado ao período de férias, Vanessa recomenda que as pessoas deem preferência a “alimentos leves e frescos. Levar seu próprio lanche para a praia é uma alternativa que ajuda a evitar a intoxicação alimentar. As melhores opções nesse caso são alimentos embalados e que não necessitam de refrigeração. Frutas frescas, sanduíches, água de coco e muita água também podem ser boas escolhas”.
Mas, o acondicionamento correto no recipiente térmico merece atenção. “Para isso, sempre higienizar todos os alimentos e acondicioná-los em embalagens fechadas antes de colocá-los na bolsa térmica. É importante deixar de lado ingredientes que se deterioram com mais facilidade, como frios e maionese. No calor, é ainda indicado beber bastante água, sucos naturais e água de coco”, reforça a nutricionista, enaltecendo sobretudo a importância da hidratação corporal.

Se for comprar alimentos e bebidas nas praias, outras dicas são importantes. “observe se o lacre não está violado e se a validade está dentro do prazo. Nesta época os cuidados que temos usualmente com os alimentos devem ser redobrados, principalmente com a alimentação fora de casa. Na praia, os cuidados devem ser ainda maiores, já que além do calor intenso, vários alimentos são vendidos sem os devidos cuidados com a higiene.
Mas, caso a pessoa seja acometida de um desequilíbrio da flora intestinal – geralmente acompanhado por dor abdominal, diarreia, náuseas e mal-estar – uma Unidade Básica de Saúde deve ser procurada para medicação inicial. Posteriormente, outros cuidados deverão ser tomados. “Será necessário repouso e ingestão de muito líquido, para repor o que o corpo está perdendo por conta da diarreia e dos vômitos. Além disso, é recomendável consumir chás, sopas e frutas sem casca. Na recuperação da intoxicação alimentar, evitar consumir frituras, alimentos ricos em fibras e embutidos”, finaliza Vanessa.

Pelo relatório gerencial do sistema informatizado da Secretaria de Saúde, ao menos 300 pacientes foram atendidos com sintomas de virose entre os dias 31 de dezembro a 3 de janeiro. “Dor abdominal, diarreia, náuseas e mal-estar que não passa por nada são os sintomas clássicos das viroses intestinais. São sintomas minimizados com reequilíbrio alimentar e soro para repor os sais minerais perdidos. Na UBS, caso o diagnóstico seja outro, o encaminhamento do paciente será feito ao Pronto Atendimento”, conclui o secretário de Saúde, Rodrigo Medeiros.

Campanha Saúde Balneário Piçarras 2023
Campanha Educação Balneário Piçarras
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Colunistas

Prefeitura de Penha inicia projeto de revitalização da Avenida Eugênio Krause

0
“Esse é um projeto que eleva a capacidade de fluidez e mobilidade do trânsito central da nossa cidade. Com esse arrojado projeto, caminhamos em...
O professor é um mediador que coloca o aluno em um contato direto com conceitos e fontes adequadas.

Estreia coluna Sala dos Professores Opinião: Orgulho e representatividade

0
Neste sábado, especial dia dos mestres, estreia a coluna Sala dos Professores. O professor historiador Jairo Demm Junkes relata momentos do conhecimento e a figura da mediação dos professores com a sempre generosa cortesia da distribuíção dos méritos. A coluna recebe artigos inéditos dos profissionais da educação.
E não é só em números de aparelhos que nosso país está nas primeiras posições, em média gastamos 4 horas e 40 minutos diariamente (média) na frente deste aparelhinho. O smartphone virou o companheiro inseparável, vai desde o banheiro até a cama.

Uso excessivo do celular pode prejudicar postura

0
Professor Marcelo nos orienta na coluna Vida & movimento de hoje sobre os malefícios do uso excessivo do celular
Aproveitem a estação com muito movimento, fiquem ativos, fiquem bem.

Apesar do outono favorecer sedentarismo, é importante manter foco nas atividades físicas

0
Professor Marcelo Albuquerque alerta para espantar a preguiça na estação outono
- PUBLICIDADE -
Publicidade

Comentários recentes