terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
- PUBLICIDADE -
Publicidade
- PUBLICIDADE -
Publicidade
InícioArticulistasVida & MovimentoJá se sentiu com dores após atividades físicas? Saiba como seu corpo...

Já se sentiu com dores após atividades físicas? Saiba como seu corpo reage

Aquela “dorzinha” costuma aparecer entre seis e oito horas após os exercícios e pode durar até 72 horas.

por MARCELO ALBUQUERQUE (@marceloalbuquerque66)
Profissional de Educação Física

Aquela dor que sentimos horas após termos feito alguma atividade física mais intensa leva muitas pessoas a parar com a prática regular de exercícios, abandonar academias ou desistirem de modalidades esportivas. É ruim para o corpo e para o bolso também. Quem não conhece alguém que só coleciona e acumula material esportivo? Faz matrícula em praticamente tudo que surge no mercado mas não dá continuidade em nada.

Mas vamos deixar as consequências desse desconforto um pouco de lado e nos concentrar em uma das causas: a DOR.

Aquela “dorzinha” costuma aparecer entre seis e oito horas após os exercícios e pode durar até 72 horas, fazendo com que alguns movimentos no dia-a-dia fiquem difíceis de realizar como sentar e levantar, subir e descer escadas, levantar braços, etc. É muito comum que as dores desapareçam gradualmente num período que pode variar entre três e sete dias, isso vai variar dependendo de cada pessoa. Dores leves, por curto espaço de tempo, não devem ser motivo para interromper os exercícios. Já dores intensas e prolongadas podem indicar que algo não está bem e merece uma investigação mais detalhada, tanto do profissional de educação física como do médico.

A principal razão (existem outras) para as dores “pós-treino” é o processo inflamatório desencadeado por microfissuras que surgem no tecido muscular sempre que o nosso corpo é submetido a um esforço físico mais intenso. É um fenômeno fisiológico natural. São justamente essas minúsculas lesões que estimulam o fortalecimento dos músculos. Não interrompa a pratica de exercícios por causa dessas dores e principalmente não faça uso de medicamentos analgésicos ou anti-inflamatórios. Eles aliviam a dor, mas também interrompem o processo de recuperação adequada das fibras musculares, além de mascarar esse sintoma (dor), isso vai aumentar consideravelmente o risco de sobrecarregar ainda mais músculos e articulações.

Um bom planejamento somado a alguns cuidados simples garantem que suas escolhas deem muito certo, relate toda e qualquer alteração para o profissional que está lhe atendendo. Isso é muito importante para que metas e objetivos sejam atingidos.

Professor Marcelo Albuquerque escreve às segundas para o Portal Pexero News.
Campanha Saúde Balneário Piçarras 2023
Campanha Educação Balneário Piçarras
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Colunistas

Prefeitura de Penha inicia projeto de revitalização da Avenida Eugênio Krause

0
“Esse é um projeto que eleva a capacidade de fluidez e mobilidade do trânsito central da nossa cidade. Com esse arrojado projeto, caminhamos em...
O professor é um mediador que coloca o aluno em um contato direto com conceitos e fontes adequadas.

Estreia coluna Sala dos Professores Opinião: Orgulho e representatividade

0
Neste sábado, especial dia dos mestres, estreia a coluna Sala dos Professores. O professor historiador Jairo Demm Junkes relata momentos do conhecimento e a figura da mediação dos professores com a sempre generosa cortesia da distribuíção dos méritos. A coluna recebe artigos inéditos dos profissionais da educação.
E não é só em números de aparelhos que nosso país está nas primeiras posições, em média gastamos 4 horas e 40 minutos diariamente (média) na frente deste aparelhinho. O smartphone virou o companheiro inseparável, vai desde o banheiro até a cama.

Uso excessivo do celular pode prejudicar postura

0
Professor Marcelo nos orienta na coluna Vida & movimento de hoje sobre os malefícios do uso excessivo do celular
Aproveitem a estação com muito movimento, fiquem ativos, fiquem bem.

Apesar do outono favorecer sedentarismo, é importante manter foco nas atividades físicas

0
Professor Marcelo Albuquerque alerta para espantar a preguiça na estação outono
- PUBLICIDADE -
Publicidade

Comentários recentes