quinta-feira, maio 23, 2024
spot_img
- PUBLICIDADE -
Publicidade
- PUBLICIDADE -
Publicidade
InícioBrasilVÍDEO: Acidente no Capitólio contabiliza 10 vítimas; buscas seguem no local

VÍDEO: Acidente no Capitólio contabiliza 10 vítimas; buscas seguem no local

Rocha se desprendeu de um paredão e caiu sobre lanchas com turistas.

A Polícia Civil identificou oito vítimas da tragédia em Capitólio, cidade turística de Minas Gerais, onde uma rocha se desprendeu de um paredão e caiu sobre lanchas com turistas, deixando dez mortos e mais de 30 feridos. Todas as vítimas eram de Minas ou de São Paulo. Das vítimas identificadas pela polícia, três já foram liberadas para os familiares. As informações são das jornalistas Anaís Motta e Thaís Augusto, do Portal UOL, em São Paulo.

As vítimas confirmadas são:

  • Júlio Borges Antunes, 68 anos, natural de Alpinópolis (MG);
  • Camila Silva Machado, 18 anos, de Paulínia (SP);
  • Maycon Douglas de Osti, 24 anos, de Campinas (SP);
  • Sebastião Teixeira da Silva, 64, de Anhumas (SP);
  • Marlene Augusta Teixeira da Silva, 57, de Itaú de Minas (MG).

Outras cinco ainda estão no IML (Instituto Médico Legal) de Passos (MG):

  • Geovany Teixeira da Silva, 37, Itaú de Minas (MG);
  • Geovany Gabriel Oliveira da Silva, 14, Alfenas (MG); e
  • Thiago Teixeira da Silva Nascimento, 35, Passos (MG).

Júlio Borges Antunes foi a primeira vítima a ter a identidade divulgada pela polícia, ainda pela manhã. Ele estava na lancha diretamente atingida pela rocha.

Todos os dez mortos estavam na lancha de nome “Jesus”. Segundo a polícia, os turistas estavam hospedados em uma pousada de São José da Barra e fecharam um passeio de barco em Capitólio. Sete corpos foram encontrados no dia do acidente. No domingo (9), os bombeiros resgataram mais três vítimas: um homem, que estava submerso, um adolescente de 14 anos e o pai dele, de 37.

Além dos oito já identificados pela Polícia Civil, há:

Piloto da lancha, 40, Betim (MG); Mulher, 43, de Cajamar (SP).

Operação de buscas

Segundo o Corpo de Bombeiros, 50 militares trabalharam na operação, entre membros da corporação e da Marinha do Brasil. Por volta das 20h15 deste domingo, a Polícia Informou que a atividade dos mergulhadores foi temporariamente suspensa “devido a condições de visibilidade e segurança”. As buscas foram retomadas nesta segunda-feira, a partir das 5h.

Quatro embarcações foram atingidas com o impacto da queda da rocha (direta e indiretamente):

  • Lancha EDL: 14 pessoas foram resgatadas com vida;
  • Lancha Jesus: todos os dez ocupantes morreram;
  • Lancha vermelha, sem identificação: 10 pessoas socorridas com vida;
  • Nova Mãe: 9 pessoas socorridas com vida.

Feridos

Ao menos 30 vítimas foram atendidas em hospitais da região e liberadas, sendo 23 na Santa Casa de Capitólio, quatro na Santa Casa de São José da Barra, três na Santa Casa de Piumhi e uma na Santa Casa de Passos — uma mulher que teve a orelha dilacerada e foi atendida nesse hospital recebeu alta médica neste domingo.

Uma pessoa permanece hospitalizada, com quadro estável, em Passos. As autoridades estimam que de 70 a 100 pessoas estavam no local no momento da tragédia. Cerca de duas horas antes do desabamento da rocha, a Defesa Civil de Minas Gerais havia emitido um alerta para chuvas intensas na região com possibilidade de “cabeça d’água” — não se sabe se existe alguma norma que proíba a entrada de turistas nessa situação no local onde ocorreu o acidente.

Na tarde de sábado, a Marinha havia informado que investigaria por que os passeios foram mantidos mesmo após os alertas. Depois, emitiu comunicado dizendo que “o ordenamento do espaço aquaviário onde ocorreu o acidente está sob a jurisdição da Prefeitura de Capitólio”.

Confira o vídeo gravado por visitantes em outra lancha:

Visitantes tentaram avisar a queda do paredão em direção às lanchas mais próximas da tragédia.
Campanha Saúde Balneário Piçarras 2023
Campanha Educação Balneário Piçarras
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Colunistas

Prefeitura de Penha inicia projeto de revitalização da Avenida Eugênio Krause

0
“Esse é um projeto que eleva a capacidade de fluidez e mobilidade do trânsito central da nossa cidade. Com esse arrojado projeto, caminhamos em...
O professor é um mediador que coloca o aluno em um contato direto com conceitos e fontes adequadas.

Estreia coluna Sala dos Professores Opinião: Orgulho e representatividade

0
Neste sábado, especial dia dos mestres, estreia a coluna Sala dos Professores. O professor historiador Jairo Demm Junkes relata momentos do conhecimento e a figura da mediação dos professores com a sempre generosa cortesia da distribuíção dos méritos. A coluna recebe artigos inéditos dos profissionais da educação.
E não é só em números de aparelhos que nosso país está nas primeiras posições, em média gastamos 4 horas e 40 minutos diariamente (média) na frente deste aparelhinho. O smartphone virou o companheiro inseparável, vai desde o banheiro até a cama.

Uso excessivo do celular pode prejudicar postura

0
Professor Marcelo nos orienta na coluna Vida & movimento de hoje sobre os malefícios do uso excessivo do celular
Aproveitem a estação com muito movimento, fiquem ativos, fiquem bem.

Apesar do outono favorecer sedentarismo, é importante manter foco nas atividades físicas

0
Professor Marcelo Albuquerque alerta para espantar a preguiça na estação outono
- PUBLICIDADE -
Publicidade

Comentários recentes