terça-feira, abril 16, 2024
spot_img
- PUBLICIDADE -
Publicidade
- PUBLICIDADE -
Publicidade
InícioCulturaPenha participa do 3º Encontro Açores/Brasil no Rio de Janeiro

Penha participa do 3º Encontro Açores/Brasil no Rio de Janeiro

Evento reuniu açorianos e açordescendentes espalhados pelos mais variados locais do Brasil

A Fundação Cultural de Penha Picucho Santos foi convidada pela presidência do Governo dos Açores, através da Direção Regional das Comunidades, para participar do 3º Encontro Açores/Brasil. O evento ocorreu no último sábado, dia 23, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), reunindo a cúpula das Casas dos Açores e os conselheiros da diáspora açoriana que representam os açorianos e açordescendentes dos diferentes estados brasileiros.

“Em Santa Catarina, somente Florianópolis e Penha estarão presentes neste importante evento de valorização da cultura açoriana”, enaltece o superintendente da Fundação, Eduardo Bajara. O evento se insere nas comemorações dos 70 anos da fundação da Casa dos Açores do Rio de Janeiro, a mais antiga do Brasil, e pretende reforçar e dinamizar o relacionamento da Região com o seu primeiro destino emigratório e com a sua maior comunidade imigrada.

O Diretor Regional das Comunidades, José Andrade, preside ao 3º Encontro Açores/Brasil e ao programa comemorativo do aniversário. A sessão plenária decorre com sucessivas intervenções sobre “A presença açoriana hoje e o seu reforço amanhã”, “A emigração recente e as comunidades ancestrais”, “O contributo das Casas e o papel dos Conselheiros” e “A cooperação interestadual e a relação Brasil/Açores”.

Participam nos trabalhos os mais altos representantes das Casas dos Açores do Rio de Janeiro (João Leonardo Soares), de São Paulo (Roberto de Melo Correia), de Santa Catarina (Sérgio Luiz Ferreira), do Rio Grande do Sul (Viviane Peixoto Hunter) e do Maranhão (Paulo Matos), bem como o presidente da nova Casa dos Açores do Estado do Espírito Santo, Nino Moreira Seródio.

O Encontro inclui ainda as intervenções dos conselheiros da diáspora açoriana eleitos pelos estados do Rio de Janeiro (Daniel Gonçalves), de São Paulo (José Luís Jacob), de Santa Catarina (Willian Agostinho Marques) e do Rio Grande do Sul (Régis Marques Gomes), além do conselheiro eleito em representação dos restantes estados do Brasil, Aristides Bogéa Bittencourt.

O presidente do conselho permanente do Conselho das Comunidades Portuguesas, Flávio Martins, é convidado especial deste 3º Encontro Açores/Brasil, que decorre nas próprias instalações da Casa dos Açores do Rio de Janeiro, a partir das 16h, com entrada livre para o público em geral.

HISTÓRICO
O I Encontro realizou-se em outubro de 2021, no Palácio da Conceição, em Ponta Delgada, com a participação dos presidentes das Casas dos Açores de Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Maranhão, além da Associação dos Emigrantes Açorianos e do Gabinete de Apoio a Migrantes da CRESAÇOR.

O II Encontro realizou-se em março de 2022, no Palácio dos Capitães-Generais, em Angra do Heroísmo, com a presença dos conselheiros da diáspora açoriana eleitos pelo Brasil e com a participação da ASIBA – Associação dos Imigrantes Brasileiros nos Açores e da AIPA – Associação dos Imigrantes nos Açores.

Campanha Saúde Balneário Piçarras 2023
Campanha Educação Balneário Piçarras
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Colunistas

Prefeitura de Penha inicia projeto de revitalização da Avenida Eugênio Krause

0
“Esse é um projeto que eleva a capacidade de fluidez e mobilidade do trânsito central da nossa cidade. Com esse arrojado projeto, caminhamos em...
O professor é um mediador que coloca o aluno em um contato direto com conceitos e fontes adequadas.

Estreia coluna Sala dos Professores Opinião: Orgulho e representatividade

0
Neste sábado, especial dia dos mestres, estreia a coluna Sala dos Professores. O professor historiador Jairo Demm Junkes relata momentos do conhecimento e a figura da mediação dos professores com a sempre generosa cortesia da distribuíção dos méritos. A coluna recebe artigos inéditos dos profissionais da educação.
E não é só em números de aparelhos que nosso país está nas primeiras posições, em média gastamos 4 horas e 40 minutos diariamente (média) na frente deste aparelhinho. O smartphone virou o companheiro inseparável, vai desde o banheiro até a cama.

Uso excessivo do celular pode prejudicar postura

0
Professor Marcelo nos orienta na coluna Vida & movimento de hoje sobre os malefícios do uso excessivo do celular
Aproveitem a estação com muito movimento, fiquem ativos, fiquem bem.

Apesar do outono favorecer sedentarismo, é importante manter foco nas atividades físicas

0
Professor Marcelo Albuquerque alerta para espantar a preguiça na estação outono
- PUBLICIDADE -
Publicidade

Comentários recentes