sábado, julho 13, 2024
spot_img
- PUBLICIDADE -
Publicidade
- PUBLICIDADE -
Publicidade
InícioEducaçãoCidades do Litoral se destacam no ranking da Alfabetização

Cidades do Litoral se destacam no ranking da Alfabetização

Balneário Camboriú é reconhecido como o segundo município mais alfabetizado do país e o primeiro do nosso Estado

Os mais recentes dados do Censo Demográfico de 2022, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam que a região da AMFRI (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí) e COGEMFRI (Consórcio de Gestão Municipal da Região da Foz do Rio Itajaí) se destaca significativamente em termos de alfabetização.

Santa Catarina, estado no qual a AMFRI está inserida, lidera o cenário nacional com a mais alta taxa de alfabetização do Brasil, alcançando 97,33%. Dentro desse contexto, os municípios da AMFRI mostram um desempenho excepcional, refletindo os esforços conjuntos das administrações municipais, Secretarias de Educação e toda a comunidade escolar.

Balneário Camboriú e Itapema são os destaques
Entre as cidades com população entre 50.000 e 100.000 habitantes, o município de Itapema se destaca como o terceiro mais alfabetizado do Brasil e o segundo catarinense, com uma taxa de analfabetismo de apenas 1,9%. Já entre as cidades com população entre 100.000 e 500.000 habitantes, Balneário Camboriú é reconhecido como o segundo município mais alfabetizado do país e o primeiro do nosso Estado, registrando uma taxa de analfabetismo de apenas 1,2%.

Os demais Municípios da região da Amfri / CoGemfri também se destacam no cenário estadual – 72% dos nossos Municípios têm taxa de alfabetização maior que a taxa Estadual e Santa Catarina é o Estado mais alfabetizado do Brasil com taxa de alfabetização em 97,33.

100% dos Municípios do nosso território alcançaram o percentual do Plano Nacional de Educação, no que se refere a redução da taxa de analfabetismo e da consequente taxa de alfabetização, que foi estabelecida em 93,5% pelo Ministério da Educação, para ser alcançada até o ano de 2024.

Os excelentes índices de alfabetização são fruto de um esforço coletivo e contínuo das Secretarias Municipais de Educação, que têm implementado políticas educacionais eficazes e projetos inovadores voltados para a melhoria da qualidade do ensino. Este compromisso com a educação de qualidade reflete-se nos resultados alcançados e na redução significativa das taxas de analfabetismo.

A Amfri parabeniza e reconhece o trabalho das Administrações Púbicas com destaque para as equipes Secretarias Municipais de Educação e das Escolas que comprovam seu compromisso de elevar a qualidade da Educação Básica, junto a todos os nossos pequenos cidadãos.

Para saber mais, acesse os dados do IGBE

Censo 2022: Taxa de analfabetismo cai de 9,6% para 7,0% em 12 anos, mas desigualdades persistem | Agência de Notícias (ibge.gov.br)

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Colunistas

Prefeitura de Penha inicia projeto de revitalização da Avenida Eugênio Krause

0
“Esse é um projeto que eleva a capacidade de fluidez e mobilidade do trânsito central da nossa cidade. Com esse arrojado projeto, caminhamos em...
O professor é um mediador que coloca o aluno em um contato direto com conceitos e fontes adequadas.

Estreia coluna Sala dos Professores Opinião: Orgulho e representatividade

0
Neste sábado, especial dia dos mestres, estreia a coluna Sala dos Professores. O professor historiador Jairo Demm Junkes relata momentos do conhecimento e a figura da mediação dos professores com a sempre generosa cortesia da distribuíção dos méritos. A coluna recebe artigos inéditos dos profissionais da educação.
E não é só em números de aparelhos que nosso país está nas primeiras posições, em média gastamos 4 horas e 40 minutos diariamente (média) na frente deste aparelhinho. O smartphone virou o companheiro inseparável, vai desde o banheiro até a cama.

Uso excessivo do celular pode prejudicar postura

0
Professor Marcelo nos orienta na coluna Vida & movimento de hoje sobre os malefícios do uso excessivo do celular
Aproveitem a estação com muito movimento, fiquem ativos, fiquem bem.

Apesar do outono favorecer sedentarismo, é importante manter foco nas atividades físicas

0
Professor Marcelo Albuquerque alerta para espantar a preguiça na estação outono
- PUBLICIDADE -
Publicidade

Comentários recentes