terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
- PUBLICIDADE -
Publicidade
- PUBLICIDADE -
Publicidade
InícioMeio AmbienteCâmara de Penha aprova criação do Conselho e Fundo Municipal do Bem-estar...

Câmara de Penha aprova criação do Conselho e Fundo Municipal do Bem-estar Animal

De autoria do Poder Executivo, o Projeto de Lei contou com cinco votos favoráveis e dois contrários.

A Câmara de Vereadores de Penha aprovou nesta segunda-feira (27), durante a 6ª Reunião Extraordinária, o projeto que dispõe sobre a proteção, defesa e controle de animais domésticos no município e que cria o Fundo e o Conselho Municipal do Bem-estar Animal (Combep).

O PLO nº 38/2021, de autoria do Poder Executivo, contou com cinco votos favoráveis e dois contrários. Apenas os vereadores Mário Moser (DEM), o Marquett, e Sebastião Reis Junior (DEM) rejeitaram o projeto. Ausentes os vereadores Adriano de Souza (PSDB), o Tibeco, Célio Francisco (PSDB) e Roberto Leite Junior (Cidadania).

O PLO estabelece normas envolvendo a proteção, defesa e bem-estar animal, controle da população de animais domésticos, guarda responsável, prevenção e controle de zoonoses, consideradas medidas de saúde pública no município de Penha.

A lei trata exclusivamente de animais domésticos das espécies canina, felina e também equinos, atribuindo responsabilidades dos tutores quanto ao atendimento das necessidades físicas, psicológicas, etológicas e ambientais dos animais.

Conselho Municipal

Um dos grandes avanços do projeto é a criação do Conselho Municipal do Bem-Estar Animal de Penha (Combep), órgão consultivo, deliberativo, normativo e fiscalizador de política pública municipal ao bem-estar animal.

O órgão tem como atribuições avaliar projetos no âmbito do poder público relacionados com a proteção dos animais e controle de zoonoses; propor alterações na legislação vigente para garantir o cumprimento dos direitos dos animais; buscar parcerias com empresas públicas e privadas; propor prioridade e linhas de ações para alocação de recursos em programas e projetos relacionados à proteção e guarda responsável dos animais, entre outras.

O Combep será constituído por 10 membros, com mandato de dois anos, sendo permitida a recondução, com representantes do Instituto do Meio Ambiente de Penha (Imap), Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação, órgãos de segurança, entidades voltadas à proteção animal, OAB, representantes da comunidade acadêmico-científica, das áreas de ciência animal e entidades representativas dos médicos veterinários.

Fundo Municipal

O projeto também cria o Fundo Municipal de Proteção, Bem-estar e Defesa Animal como instrumento de captação e aplicação dos recursos a serem utilizados segundo as deliberações do órgão indicado pelo Poder Executivo.

Os recursos podem ser oriundos de doações de pessoas físicas ou jurídicas; valores provenientes de multas aplicadas em decorrência de ações da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Secretaria da Saúde destinadas a este fim; doações, auxílios e transferências de entidades nacionais, internacionais, governamentais e não governamentais; recursos advindos de convênios, de acordos e contratos e produto de aplicações financeiras dos recursos disponíveis.

Campanha Saúde Balneário Piçarras 2023
Campanha Educação Balneário Piçarras
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -
Publicidade

Colunistas

Prefeitura de Penha inicia projeto de revitalização da Avenida Eugênio Krause

0
“Esse é um projeto que eleva a capacidade de fluidez e mobilidade do trânsito central da nossa cidade. Com esse arrojado projeto, caminhamos em...
O professor é um mediador que coloca o aluno em um contato direto com conceitos e fontes adequadas.

Estreia coluna Sala dos Professores Opinião: Orgulho e representatividade

0
Neste sábado, especial dia dos mestres, estreia a coluna Sala dos Professores. O professor historiador Jairo Demm Junkes relata momentos do conhecimento e a figura da mediação dos professores com a sempre generosa cortesia da distribuíção dos méritos. A coluna recebe artigos inéditos dos profissionais da educação.
E não é só em números de aparelhos que nosso país está nas primeiras posições, em média gastamos 4 horas e 40 minutos diariamente (média) na frente deste aparelhinho. O smartphone virou o companheiro inseparável, vai desde o banheiro até a cama.

Uso excessivo do celular pode prejudicar postura

0
Professor Marcelo nos orienta na coluna Vida & movimento de hoje sobre os malefícios do uso excessivo do celular
Aproveitem a estação com muito movimento, fiquem ativos, fiquem bem.

Apesar do outono favorecer sedentarismo, é importante manter foco nas atividades físicas

0
Professor Marcelo Albuquerque alerta para espantar a preguiça na estação outono
- PUBLICIDADE -
Publicidade

Comentários recentes